Buscar
  • Equipe Esporte Conviver

Colágeno: Alimentos e suplementos que contribuem para melhorar a saúde

Atualizado: Mai 11

O colágeno é uma proteína formada por aminoácidos, que são como tijolos unidos formando uma estrutura, quel representa cerca de 25% de toda proteína do organismo humano. Sua função é proporcionar sustentação às células, mantendo-as unidas. É o colágeno que dá resistência e elasticidade à pele e reforça os tendões e ligamentos. Está presente em todas as nossas cartilagens e é um dos principais responsáveis por manter nossas unhas fortes.


Neste blog-post, produzido em conjunto com a redação da Esporte Conviver, apresentamos diversas curiosidades sobre o colágeno.


Você com certeza já ouviu falar sobre o colágeno, mas realmente sabe como aproveitar todos os benefícios de uma alimentação rica em nutrientes? Vamos ajudá-lo a entender melhor como realizar sua mudança de hábitos alimentares e alinhar a prática esportiva saudável.


Nosso organismo produz o colágeno, naturalmente, por intermédio da metabolização (transformação) de alguns alimentos. Essa produção se mantém alta até os 25 anos. Após esse marco temporal, tem uma queda na produção de 1% ao ano. É nessa etapa que aparecem as linhas de expressão e flacidez da pele, sem contar que para as mulheres a queda é ainda maior na produção, em comparação com os homens. O início da menopausa é um dos fatores que contribuem para a queda da produção de colágeno.



ALERTA: ESCUTE O QUE SEU CORPO FALA.


Você pode perceber que a produção de colágeno está baixa quando começarem a surgir dores articulares, tendinites, queda de cabelo. É nessa fase que começam a aparecer as primeiras rugas e suas unhas estão enfraquecidas. Mas calma, não precisamos entrar em desespero. Existem nutrientes que contribuem para a produção de colágeno, e o mais legal: eles podem estar dentro da sua cozinha.


O que vale para administrar a produção de colágeno por conta própria é ingerir a quantidade ideal de proteínas magras e o ômega-3, para estimular a produção desta vitamina. Devemos procurar alimentos que contenham lisina, vitamina C, vitamina E, vitamina A, enxofre, cobre, selênio, zinco, silício e licopeno.


Darei a vocês, na continuação deste texto, os alimentos-chaves que são as principais fontes de vitaminas necessárias para a produção do colágeno.



COLÁGENO E VITAMINAS PARA SUA PRODUÇÃO EM MASSA.


Começamos com a lisina, que é importante na formação de proteínas de uma forma geral no corpo, incluindo nosso colágeno. Lembre-se que ele representa 25% de toda proteína do corpo.


Encontramos a lisina:

  • Nos laticínios;

  • Nas carnes (vermelha ou branca), peixes;

  • Nos ovos;

  • Na lentilha;

  • No amendoim;

  • Na soja;

  • No tofu;

  • Nas sementes de: quinoa e abóbora.


A vitamina C, que atua na preservação e formação do colágeno na pele, está presente nas frutas cítricas, vegetais de folhas verde-escuras.


Encontramos a Vitamina C:

  • No pimentão;

  • Na goiaba;

  • Na acerola;

  • No açaí;

  • No kiwi;

  • No cranberry.


Como principais fontes de ômega-3, temos os peixes disparados, mas também possuímos fontes vegetais.

  • Na chia;

  • Na linhaça;

  • Nas nozes e castanhas;

  • No abacate.


O enxofre está diretamente relacionado com a produção de colágeno e elastina.


Encontramos o enxofre:

  • No alho;

  • Na cebola;

  • Na azeitona;

  • Nos ovos;

  • No pepino;

  • No aipo.


Como podemos ver, os ovos são detentores de vários nutrientes. Para conhecer mais sobre esse alimento rico em vitaminas e sais minerais para nosso corpo e aprender como preparar o verdadeiro “ovo poche”, click aqui.



A vitamina A, atuante junto com o enxofre na produção do colágeno e elastina está presente:

  • Na cenoura;

  • Na batata;

  • No melão;

  • Na manga;

  • No tomate.



A vitamina E e o selênio atuam como antioxidante, contra a ação dos radicais livres que destroem as fibras de colágeno.


Encontramos a Vitamina E / Selênio:No

  • Na avelã;

  • Na couve;

  • No pistache;

  • Na castanha do Pará;

  • No atum;

  • No repolho;

  • No brócolis.


O licopeno contribui na inibição da enzima colagenase (diretamente ligada à imunidade e combate de infecções) e é responsável por destruir o colágeno em nosso corpo. O consumo do licopeno deve ser principalmente focado na menopausa.


Encontramos licopeno:

  • No tomate;

  • Na melancia;

  • Na acerola;

  • Na goiaba;

  • No pimentão vermelho;

  • Na beterraba.


O silício é um mineral que atua na manutenção da rigidez celular, agindo principalmente nos músculos, tendões, cartilagens e articulações. Encontramos sua principal fonte nos vegetais.


Encontramos o silício:

  • Na aveia;

  • Nas leguminosas em geral.


O zinco atua direto na síntese das proteínas do colágeno.


Encontramos o zinco:

  • No pão integral;

  • Nos frutos do mar;

  • No feijão;

  • No iogurte e no queijos.


O cobre é a vitamina que faz a ligação do colágeno e a elastina, gerando um tecido com força e flexibilidade e ainda possui alto teor de antioxidante.


Encontramos o cobre:

  • No cacau em pó;

  • Na farinha de soja;

  • Na lentilha;

  • Na amêndoa;

  • No brócolis.



AÇÕES QUE PODEMOS EVITAR PARA DESACELERAR O DESGASTE DA PELE.


Atenção para algumas ações que diariamente, quase que sem perceber, tomamos. Precisamos lidar com nosso corpo como se fosse uma máquina em funcionamento e qualquer deslize afeta diretamente nosso bem-estar.


Devemos evitar: praticar esportes ao ar-livre com uma exposição excessiva ao sol (proteção sempre! Esporte é vida, quando sua prática é consciente.), o consumo do tabaco, a aplicação de hormônios proibidos, o estresse excessivo e uma alimentação desregrada.


O consumo do açúcar é um vilão e interfere gravemente para a produção e manutenção do colágeno.


Um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), fez um levantamento e comprovou que quanto maior a quantidade de glicose no sangue, maior a dificuldade de manter a pele jovem, e conservar as articulações. Isso porque o excesso de açúcar no sangue não é metabolizado (consumido) pelo organismo e se une com as proteínas, causando o enrijecimento das fibras dérmicas. Essa relação do açúcar mal consumido em nosso sangue causa a glicação, que é a união das proteínas e carboidratos simples, gerados por pães, massas brancas e açúcares refinados da alimentação. Todo esse processo é responsável pelo dano das células e do colágeno.



ENTENDA O QUE É, E SE VALE A PENA O CONSUMO DO COLÁGENO HIDROLISADO.


Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno presente nos suplementos deve ser hidrolisado, “significa que deve passar pelo processo de quebra das moléculas de proteína pela água”, para ser absorvido pelo corpo. Assim, ele é considerado alimento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Para bons resultados, é importante usar a dose de 8 a 10 gramas de colágeno por dia, já que um estudo realizado com mulheres de 35 a 60 anos, usando 5g/dia de colágeno, durante seis meses obteve um aumento de 5,5% na firmeza e 10% na elasticidade. A melhor forma para atingir esta dose é por meio do suplemento em pó. Existem cápsulas, gomas e outros alimentos acrescidos do mesmo, mas a dose ideal não é atingida.


Caso você seja "veg", procure dar prioridade para as fontes naturais dos nutrientes que contribuem para a produção de colágeno e a dose diária de proteína, que pode ser orientada por um nutricionista para garantir todos em quantidades satisfatórias, e tenha certeza que sua produção natural de colágeno está sendo garantida.



Eu sou Carolina Padilha, nutricionista há 16 anos (CRN: 20763), Pós-graduada em: Nutrição Clínica Funcional e Nutrição Esportiva. Mãe de dois filhos, o Joca e o João, esportista nas horas vagas, gosto de corridas ao ar-livre e o contato com a natureza é sempre o que me motiva! Especialista em vendas de produtos naturais, procuro ajudar com conteúdos como este, de forma totalmente gratuita, todas as pessoas que buscam mudar seus hábitos alimentares.

48 visualizações

Funcionamento

Segunda a sexta:    das  8  às  21 horas

Sábado: das 9 às 13 horas

Endereço

R. Padre Benedito de Camargo, 573

Penha de França, São Paulo/SP

CEP: 03.604-010

 

(11) 2082-2526

(11) 94307-4377

conviver@esporteconviver.com.br

Contato

Fundada em 2010, a Escola de Esportes Conviver acredita que o esporte é peça fundamental para o desenvolvimento integral das pessoas.

O espaço conta com quadra poliesportiva, salas de atividades e reuniões, piscina aquecida coberta, vestiário e estacionamento próprio e gratuito para os alunos.

  • esporte conviver no facebook
  • esporte conviver no instagram

© Escola   de Esportes Conviver - 2020  | Todos os direitos reservados